<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d13730762\x26blogName\x3dD\x27Homem\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://dehomem.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://dehomem.blogspot.com/\x26vt\x3d-9092945672773493816', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

22 dezembro 2005

Festa D'Homem: Natal

Para que todos possam passar por esta quadra da maneira mais máscula possivel, aqui vai um guia para como deverá ser o Natal do homem.
Mais uma vez, fica claro que o homem nao quer saber do significado religioso da festa, até porque na realidade há muitos e alguns contradizem-se.
A única coisa que interessa ao macho nesta quadra, ou as únicas, é: férias, bolos, prendas e familia.
Nesta altura toda a gente tem frio nas casas deles e então vem tudo para a casa do macho. Os primos, tios, avós esse pessoal todo, desde os velhos até à canalha, reúne-se na casa do homem para comer de graça e dar e receber prendas.
À parte de acender a lareira e estar sentado no sofá, o Natal gira à volta das mulheres, as mulheres compram as prendas, as mulheres embrulham as prendas, as mulheres enfeitam a árvore, penduram as grinaldas, colhem musgo e apanham pedras e pinhas, fazem o presépio, penduram o pai natal na varanda ou na janela, a subir por uma corda ou pelo cano, fazem os bolos, o bacalhau, o perú, rabanadas, dispõem as uvas e frutos secos, e no fim arrumam tudo.
Vários simbolos foram sendo criados para o natal, relativos a várias tradições, vejamos:

-Árvore de Natal
A árvore de natal é um pinheiro com coisas em cima. A árvore de natal do macho é um pinheiro que o macho foi cortar sozinho à bouça. É enfeitado com bolas vermelhas ou douradas, fitas, anjinhos e coisas do género e tem que ter as luzes mais psicadélicas que foi possivel encotrar. Tais luzes ficam ligadas todo o dia e toda a noite e, devido ao posicionamento da árvore ser perto duma janela, as ditas luzes iluminam toda a rua, dando a sensação de que está uma ambulância dentro da casa.


-Presépio
O presépio é uma carrada de bonecos a contar o nascimento do Cristo.
Pode ir de 3 a infinitas peças representando o menino, o "pai" dele, a mãe dele e depois um burro e uma vaca, três pretos a caminho, ovelhas, pontes, anjinhos, mais vacas e burros (de outros conjuntos que se foram partindo), pastores aleatórios, pedras, musgo, casinhas, etc.
Como é de prever há peças maiores que outras por pertencerem a conjuntos diferentes, o menino deve ter a cabeça colada ao corpo pelo pescoço porque se partiu daquela vez que o mai nobo o deixou cair, o mesmo se passa com o resto da tralha.
Vários locais sao destinados ao presépio, como em cima da lareira, ao lado da árvore, no móvel da entrada, etc.

-Comida
A comida é a única parte que realmente interessa ao homem. Bacalhau, perú receheado, polvo, papas, aletria, bolinhos de abobora,bolo rei(SEMPRE com fava e brinde lá pelo meio), rabanadas (de vinho que as outras são para larilas), mãos cheias de passas e salgadinhos a remecher na boca, tudo isto confeccionado pelas mulheres, como ja foi dito.




-Familia
A casa multiplica a sua população normal e por isso há canalha a correr e a destruir coisas pela casa fora (e a apanhar porrada de todos os machos da casa), as mulheres estão todas na cozinha, umas a trabalhar outras, mais velhas, a dar ideias e a queixarem-se das artrites e a dizer mal de toda a população do planeta, e os machos no sofá ou à volta da mesa, a beber, a comer e a falar da vida, de coisas de homem, observando os putos, observando as primas, por aí fora...

-Missa do galo
É a parte mais sossegada do natal, a canalha está na cama, as mulheres foram todas para a missa beijar bonecos e os homens jogam uma cartada ao mesmo tempo que comem os restos do jantar e os bolos que ainda sobrevivem.


É importante notificar que apesar de coisas como a árvore, os enfeites e o presépio serem coisas d'homem, o macho não dá pela existência dos mesmos, apenas dá pela falta, devendo, nessa situação, ser feito claro à mulher que já lá deviam estar tais artigos.

Aprendei, e celebrai. Boas Festas.

Ressabianços: 5

Anonymous Anónimo
(23 dezembro, 2005 01:01)

Grande post.. voces sao mm inda mais malucos k eu proprio :P

Ass: DinDiv de Natal

 
Blogger Megas
(24 dezembro, 2005 17:59)

Somos tao malucos tao malucos que as vezes ate ate metemos o leite primeiro que os cereais de manha!!:O DinDiv lol...go back to trancao river :D:D

 
Blogger Maria Cachucha
(25 dezembro, 2005 11:06)

que faço eu às 11h05 da manhã de natal aqui? lá está, faço-vos falar.

e até vou ouvir wham só para ainda ser mais gay. que rebelde.

 
Anonymous Compi
(25 dezembro, 2005 20:44)

O presépio que eu tenho aqui em casa e que perdi alguns sgundos a contemplar é de uma macheza divinal:

O "pai" e a "mãe" não são senão um S.José e uma Nossa Senhora minúsculos ao pé de um menino Jesus que aposto que vai ser difícil de amamentar, mesmo com a ajuda de uma vaca e de um burro com o tamanho do infante...

Ao presépio aflui uma multidão imensa composta na sua maioria por ovelhas e pastores, entre os quais se misturam vários reis magos (várias versões de vários tamanhos de cada um dos três...), músicos de vários tamanhos, trajados de azul, e que tocam ou trompete ou pratos;
Um camelo, dois pais natais e um anão da branca de neve (maior que o camelo e que vários membros da banda) também se fazem ao caminho para visitar o menino, tudo isto sobre vários carreiros de areia confluentes sobre uma cama de musgo ainda com terra agarrada...


Ao lado da cabana tiangular onde se passa a lendária cena, descansa um árvore de natal carregada de frutos (bolas redondas e brilhantes), várias fitas e mais pais natais...




Que d'HOMEM!!!!

 
Blogger Mouro
(26 dezembro, 2005 20:20)

Mas que bem! aqui está dos melhores blogs que tenho o prazer de linkar.
Humor corrosivo e escrita inteligente.
Que não se perca a inspiração.

 

Enviar um comentário

<< dehomem.blogspot.com