<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d13730762\x26blogName\x3dD\x27Homem\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://dehomem.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://dehomem.blogspot.com/\x26vt\x3d-9092945672773493816', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

27 junho 2005

Note-se

Venho neste post propor uma discussão acerca de quão homem uma pessoa pode ser. Este é um assunto delicado, impassível de ser intutulado e muito difícil de descrever. Ora portantos, mãos no teclado, e MUNDO! (tecnicamente, mãos no lápis pequeno guardado atrás da orelha, que será usado para escrever num guardanapo ou toalha de mesa)

Tomemos por exeplo o caso seguinte. Sejam A e B duas populações que, num dado momento, são tais que:
  • A tem 5 mulheres e 5 machos
  • B tem 50 mulheres e 50 machos

Ora é sabido que o Tó Xico (indivíduo α), garanhão residente na população A, já arrastou para o leito 5 conaças. É igualmente sabido que o Zé Manel (indivíduo β), ultra-macho residente na população B, tem já um historial de 50 pitos locais montados.
Através da matemática elementar (a única que homem que é homem sabe fazer, por exemplo para calcular trocos) conclui-se facilmente que tanto o indivíduo α como o indivíduo β reportam uma actividade em pleno percentil de senaita amalhada, ou seja, ambos atingiram o patamar dos 100% relativamente a meninas papadas.
A questão que se impõe e à qual urge responder é pois mais ou menos esta: qual deles é o mais homem?

Sirva este prelúdio como um breve prefácio a todo o post.

Deduz-se facilmente que o indivíduo regularmente estereotipado como sendo o ex-libris do D'Homem é:
  • de classe baixa / média-baixa;
  • com pouca ou nenhuma formação académica;
  • com baixo QI;
  • com mau gosto cultural.

Mas será que apenas esse indivíduo pode alcançar a denominação de D'Homem? Não. Existem vários tipos de homem que, devido à sua conjuntura individual, não se podem permitir e/ou não apreciam o envolvimento em certas actividades tipicamente D'Homem. Certos teóricos do D'homem chamam a este género de espécimen o Homem Marlboro, por razões que o deixarei explicar ao seu critério num futuro post.
Tomemos como exemplo o Salvador de Nunez Santa-Bárbara Pratta e Lencastre (indivíduo γ), empresário da indústria informática, residente na Foz e de ascendência igualmente milionária. Ese indivíduo pode ser d'homem, sim senhor. Não se espere é dele que, a todas as refeições, beba carrascão de canecas de barro e limpe a boca à toalha de mesa onde o cão dormiu. Mas pode passar uma tarde no tasco com os amigos a beber umas jolas, pode partir uma lenha para a lareira em casa, e pode inclusivamente aplicar o justo e mais que devido correctivo à esposa sempre que necessário.
Em concordância, decidimos (os autores desta Bíblia) que o indivíduo γ pode ser homem. No entanto, nunca será mais homem que o Silva, que é trolha e ostenta uma bigodaça farfalhuda com restos do almoço, e berra "ó faneca" para todo o pedaço de carne do sexo oposto que se passeie na rua, enquanto trabalha de tronco nú.

Remetendo o leitor para o início do post, o indivíduo β será, então, mais de homem que o indivíduo α, apesar de cada um ter esgotado ao máximo as suas possibilidades.

Para a resolução eficaz desta questão, foi dogmatizado insofismavelmente que, em caso de dúvida entre uma coisa ser ou não mais de homem que outra, deve ser sempre analisada à luz do estereótipo acima descrito. Prometo desde já um teste (já em desenvolvimento) extensivo de escolha múltipla para avaliar, em percentagem, quão d'homem é cada um de vós.

Tenho dito. Aprendei.

Ressabianços: 12

Anonymous Anónimo
(28 junho, 2005 00:21)

é um blog muito bom. parabens.

 
Blogger ruben
(28 junho, 2005 01:07)

Chegando ao final do post cheguei a uma redundante conclusão, que pela informação que vem no mesmo, é impossivel deduzir qual dos dois Machos(α e β) o é mais. Contudo se fizermos uma emigração de α para a população B e de β para a população A, conseguir-se-à chegar à conclusão final, pelo numero de meninas (também referidas como: pitos, Snaitas e/ou conaças) que cada um papou no final.
Contudo há ainda outra maneira de resolver o problema, basta que existam mais dados referentes a Tó Xico e a Zé Manel, dados esses referentes ao estereotipo de macho.
Apenas pelos dados presentes no post não creio que seja possivel chegar a uma conclusão.

 
Blogger Ginjas
(28 junho, 2005 01:51)

Caro ruben,
"
Para a resolução eficaz desta questão, foi dogmatizado insofismavelmente que, em caso de dúvida entre uma coisa ser ou não mais de homem que outra, deve ser sempre analisada à luz do estereótipo acima descrito.
"
Parece-me que não leste bem esta parte, ao afirmar que " é impossivel deduzir qual dos dois Machos(α e β) o é mais." By the way, e procurares "redundante" no dicionário?:)

Abraços (é coisa de homem, mas com força e pujança)

 
Anonymous milocas
(28 junho, 2005 02:47)

Espero que o tal teste sirva igualmente para testar qualquer um(a) de nome declaradamente apaneleirado, que gostem de testes D'Homem, e que ele venha pra breve!
Ainda espero dissertações D'Homem sobre o café e o cigarro...sim porque esta, de seu nome declaradamente apaneleirado,tem sempre café e cigarro na mesa! Sempre pronta a aprender, e a duvidar da célebre e regente frase- guia: quanto mais conheço os Homens, mais gosto dos Animais!!
Palmada nas costas á Homem (que aqui não há intimidades pra cumprimentos apaneleirados de menina)!

 
Blogger Ginjas
(28 junho, 2005 07:21)

Olarila milocas!
Ora aí está uma boa tesntativa de usar um tom e toda uma atitude assim pó máscula. Temos pena, no entanto, pelo fracasso, mas gostei da tentativa.
Passo a explicar, adiantando o meu provável próximo post: cigarro não ocupa a posição cimeira no ranking de homem. A escala (provisória) é: tabaco de mascar - cachimbo - tabaco de enrolar - cigarro. Note-se que dentro de cada categoria existem as suas marcas preferidas, por exemplo, gigante é muito mais de homem do que malboro. Mas até lá.

 
Blogger ruben
(28 junho, 2005 09:04)

Voltando ao meu comment e à apreciação do Mr Ginjas passo a explicar:

A conclusão redundante deve-se ao facto da decisão de quem é mais macho ser dificil e complicada desde inicio, contudo peço desculpa por isso não estar correctamente explicado (contudo de explicação simples, o cansaço faz com que o português não seja fluido e com que se comam palavras com a fome).

Quanto ao texto
"
Para a resolução eficaz desta questão, foi dogmatizado insofismavelmente que, em caso de dúvida entre uma coisa ser ou não mais de homem que outra, deve ser sempre analisada à luz do estereótipo acima descrito.
"
Os estereotipos que são descritos não são referentes a nenhum dos Machos α ou β mas sim a dois terceiros, o que leva à impossibilidade... ou por outra, o que sinceramente não ajuda de forma apropriada a tomar uma decisao conclusiva em relação aos Machos do problema!

Já agora não costumo usar palavras que das não conheça o significado.

Um Abraço pujante

 
Anonymous Angelspit
(28 junho, 2005 15:00)

O macho mais macho não ficou aqui definido, aliás, vós excelsos homens de pelo na peitaça não chegaram à conclusão mais correcta, que é: O mais macho é aquele que o faz melhor, não interessa quantas conaças ele come, importas sim, COMO ele as come, e se no final elas estão satisfeitas e pedem bis. Sim, porque o que comeu 5, pode telas comido mais que uma vez, enquanto o q comeu as 50 pode apenas ter comido uma vez cada uma delas, visto não ser homem suficiente para que se peça a repetição da "refeição". Logo, papanços à parte, não importa se a comida é muita, importa o tempero!
Aprendei!

 
Blogger Megas
(28 junho, 2005 15:10)

Cara CuspoDanjo:
Homem que é homem tá-se a cagar pa maneira como fode desde que foda, nao é mais ou menos homem por isso.Isso é com a gina e nao com ele.Aprende

 
Anonymous Angelspit
(28 junho, 2005 17:06)

Aí está caro Mega como te enganas, pois se a tua dfinição de foda é enfiá-lo na gina e vir-se em 1 minuto então tamso mal! Isso´chama-se peso leve, pois pouco tempo demora e não parece nada de Homem o dito "tá bom, não foi?"?? Afinal, Homem q é Homem tem que foder melhor que os demais.
A real foda, de homem, mesmo que não inclua preliminares, visto que gajo q é gajo não perde tempo nesses enconanços, é aquela que além de pujante, duradoura qb (salvo a excitante rapidinha), deixe a gaja a suar e a desejar por mais! Não é só assunto da gina, sendo assim mais vale passarem a vida a bater punhetas q a gina fica melhor com o Mr. Dildo! Afinal, qualquer paneleiro em menos de 2 minutos se pode vir na gina. Isso não faz dele Homem!

 
Anonymous milocas
(28 junho, 2005 17:08)

Não há teste pra mim?!
Então fodei-vos em paredes esburacadas desse mui nobre edifício!
Porque Mulher que é Mulher não liga puto a homens assim!!
E quando me vires sentada, vais perceber a masculinidade que há em mim (mesmo estando de tótós mágicus) LOL
P.S.Quando vi este blog a 1ª vez, pensei logo: Quando o tótópower chegar aqui, vai ser bonito, vai vai!
E não é que já chegou?!
A partir de agora, a caixa de comentários, vai valer mais que os ditos post's!
Poque Mulher que é mulher, fica sempre por cima, e tem sempre que falar por cima do Homem!

 
Blogger Johnny Boy
(28 junho, 2005 22:37)

vejamos uma coisa...
quem aqui escreve (os posts, nao os ressabianços) é gente que trabalha (ou nao...)
o teste está a ser criado e será publicdo a seu tempo.
mas as coisas que fazem um homem homem estão ainda a ser decididas.
nao iam querer certamente um teste que estivesse incompleto e depois ter que o fazer de novo só porque tem novos pormenores d´homem...
tenham calma... a seu tempo tudo se resolverá... homem que é homem, sabe manter a sua compustura...
mulher que é mulher, deveria também manter a sua compustura, aqui dão se lições de como ser homem, nao de educaçã civica...

 
Blogger Megas
(29 junho, 2005 01:40)

Pa deixar bem claro: Homem que é homem está-se marimbando se o mulherio aprecia o vai-e-vem de pila...Se ele quer dar prazer à mulher,ele dá, se ele não quer não dá, tao simples quanto isso. Se lhe apetece bater com o cinto durante a pinadela, impacabel. Se ele decide ser mais carinhoso e dizer uma ou duas vezes o nome dela, optimo. Mas o Homem é que decide o que faz, o prazer dá mulher é completamente secundário.Ah, e diz ola ao teu MrDildo, aposto que ele nao consegue fritar uns torresmos como um berdadeiro homem :)

 

Enviar um comentário

<< dehomem.blogspot.com