<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d13730762\x26blogName\x3dD\x27Homem\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://dehomem.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://dehomem.blogspot.com/\x26vt\x3d-9092945672773493816', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

29 julho 2005

Alcunhas

Homens que são homens tratam-se pelas alcunhas.

Há basicamente quatro tipos de alcunhas. Ter uma ou tratar alguém por uma é macho. Não há discussão aqui. É sempre porreiro numa conversa de machos ouvir «Hoje o Quim não pode vir jogar, foi com a patroa à feira.» - «Quem, o das Tapas?» - «Sim, o Quim das Tapas. Co'a breca, quem havia de ser, caralho?». Veja-se que isto denota toda uma familiaridade e saudável convívio entre os abigodados seres que abancam no tasco local. Posso dar outro belo exemplo de diálogo que poderia ser muito bem ouvido durante o intervalo de um jogo de futebol, enquanto chovem pedidos de mais moelas e torresmos: «Alguém vai à vila hoje?» - «O Manel Mijão vai, nao vais ó Manel?» - «Sim vou, porquê?» - «É que o meu mai'nobo tá para lá, mas como diz que vai chover à ganância... dá pó trazeres?»

Homem que é homem tem uma profissão arriscada. É típico ter uma alcunha de profissão. Dá reconhecimento público da ocupação profissional do colhoado personagem. Poderíamos alterar para Tó da Lenha, Tó da Fábrica, Tó Caçador ou até Tó da Pesca. Todas estas profissões requerem elevados graus de força e coragem, coisas bombeadas testicularmente. Homem não sabe o que é um Curriculum Vitae, chega à entrevista de emprego, dá um brutal murro na mesa, e pronto - emprego garantido. Para mais informações já falámos de Lenha e Pesca. Consultem aí de ladeiro.

Homem que é homem tem qualquer coisa de característico. É um tipo de alcunha mais abrangente, que caracteriza os machões por hábitos curiosos ou pelo seu aspecto. Isto dá para muita coisa. Como o Ernesto do Macete, Barril, Zé Buzina, Cornualha (perguntem à mulher dele), Zé Fósforo, Patilhas. Tudo hábitos ou aspecto de valor reconhecido pela crítica (os compinchas da Malha ou outras coisas colhão). Já o Zé Fusco dorme com uma pistola à beira dele e o Tijolo é de facto um tijolo. Mas com pernas, braços e cabeça.

Homem que é homem faz o percurso puto->homem sempre na mesma terrinha. Portanto há alcunhas que ficam desde puto. Quando a geração dele cresce, a alcunha mantém-se. O já referido Manel Mijão utilizava fraldas e fraldas quando os outros putos já punham suspensórios. Manel Palito, Manel da Cana, escolham. Já o Artur era o maior craque a jogar à bola no pelado mais próximo, fintando catraio atrás de catraio. Chamem isso aos vossos filhos, ou então Artur Salta-Muros, Artur Sem Dente, etc.

Homem que é homem exagera. Veja-se o exemplo do General. O gajo era militar, nem passou de Cabo, mas é o único militar que povoa o tasco, portanto é sempre o General. Sempre que há qualquer notícia de tropas, a palavra dele é a que conta. Este tipo é como o das profissões, mas para aqueles que cedo se reformaram. Já aqui o Luís praticava atletismo no Vilanovense, Cudejudense ou Manguitense. Ao que diz «Quiseram levar-me pó estrangeiro, mas não me pagavam como eu merecia, mandei-os à merda, foi o que fiz.» Nome hipotético: Luís Jogador, que agora é taxista, mas chegou a ganhar a Taça de Portugal pelo Leixões, disputada nas Antas.

Aprendam, Lourenços e Beatrizes, Martins e Leonores.

Ressabianços: 9

Blogger Bia
(29 julho, 2005 18:15)

muito bom.

 
Blogger ritz
(29 julho, 2005 19:10)

não me canso de cá vir... avia aí mais umas fanas

 
Blogger Morgaine
(29 julho, 2005 22:46)

E que pensam de "Sarradelas"? É D'Homem? *

 
Anonymous Profeta
(30 julho, 2005 00:52)

falta aí o Zé do Pito! ou um Manel Troca o Paço, ou o 30 Putas! :D

para mais informações consultem

http://clientes.netvisao.pt/josant16/alcunhas.htm

 
Anonymous Anónimo
(30 julho, 2005 17:42)

"super de homem"
esta expressao...
muito pouco abichanada...

 
Blogger José Nuno Ferreira
(01 agosto, 2005 19:33)

gostei, o teu melhor post até ag:D

 
Anonymous Anónimo
(20 novembro, 2009 16:19)

Aprendi muito

 
Anonymous Anónimo
(12 janeiro, 2012 14:50)

I will be your frequent visitor, that's for sure. pain relief Read a useful article about tramadol tramadol

 
Anonymous Anónimo
(17 fevereiro, 2012 13:38)

The article was very interesting and informative for me. weight loss Read a useful article about tramadol tramadol

 

Enviar um comentário

<< dehomem.blogspot.com