<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d13730762\x26blogName\x3dD\x27Homem\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://dehomem.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://dehomem.blogspot.com/\x26vt\x3d-9092945672773493816', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

28 julho 2005

Religião



Ouve-se amiúde ocos encéfalos aventarem que homem que é homem é, por defeito, católico-não-praticante. Ora tal afirmação, para além de abichanada, é falsa. Aprendam pois desde já: homem que é homem é, invariavelmente, ateu-semi-praticante-católico. Passo a explicar. Homem que é homem:
  • usa pelo menos um colar com uma cruz;
  • fez a 1ª comunhão (só a 1ª, pq depois começa-se a acolitar e essas rabichonilarilices)e exige que os filhos façam o mesmo;
  • vai à missa aos domingos.

Mas, como é óbvio, homem que é homem está-se a cagar de alto e pouco se marimbando para se deus existe ou não. Então porque pratica o homem a religião católica? Isso deve-se tão somente à tradição. É muito de homem respeitar e seguir a tradição, daí continuar a ir à missa aos domingos e essas merdas.

Quero, no entanto, fazer notar que:
  • não é de todo colhão ir confessar-se (é, no entanto, super de homem arranjar desculpas novas para o padre e depois ir contá-las para o tasco);
  • é completamente calcinha de vinil ir para a missa e estar sentado direito, esquecendo também todas as necessidades fisiológicas de sublimação (o arroto e o peido são claramente fenómenos de sublimação, pois a comida sólida do estômago é transformada directamente em gases): isto faz parte de um equilíbrio do karma, gerando o único momento em que a mulher pode dar uma pequena palmada ao homem e implicar com ele entredentes sem medo de retaliação;
  • resumindo, o comportamento do homem na missa deve assemelhar-se algo ao que se passa no teatro do Roma, do Fellini, mas sem o tabaco.

E diz o leitor: "Caralho! E os muçulmanos, que batem nas mulheres e tudo?". E diz mal, como seria de esperar. Os muçulmanos, de homem? Fodias-te... Tamos a falar de gente que anda com a barraga tapada, e depois disto nem vale a pena entrar com mais argumentos.

Ressabianços: 6

Anonymous Atalaia
(28 julho, 2005 13:43)

não é d'Homem saber o que é a sublimação. Um peido é um peido!

 
Blogger Maria Cachucha
(28 julho, 2005 14:12)

karma? KARMA, CARALHO? menos cremes corporais com karité e aloé vera, sim?

(joshua entra onde, aqui?)

 
Blogger Morgaine
(28 julho, 2005 20:13)

Haverá algum "utensílio" que possa substituir a cruz a que se referem? fica a questão

 
Blogger Ginjas
(28 julho, 2005 21:46)

utensílio como assim?

 
Anonymous Profeta
(29 julho, 2005 11:36)

homem que é homem vai à missa pa micar a catequistas jovens e roliças!! :D

 
Anonymous o sinhor
(05 agosto, 2005 18:52)

Qual missa, qual caralho! Homem que é homem só entra num templo: a catedral! Mai nada!

 

Enviar um comentário

<< dehomem.blogspot.com